VIA SACRA 2018 AO VIVO CANCELADA

O projeto Via-Sacra de Maximinos, teve início em 2005 com o objectivo de dar à nossa comunidade um período de reflexão e oração no início da semana maior da liturgia cristã.

Com uma organização essencialmente jovem, a sua irreverência rapidamente tornou este momento catequético de uma abrangência e envolvimento de toda a cidade. Percorrida mais de uma década, este evento afirmou-se como marca cultural da comunidade maximinense, mas que já ultrapassou em muito as fronteiras do seu território.

No ano de 2017 afirmamos a Via-Sacra ao Vivo como evento: litúrgico e catequético, mas sobretudo como um dos ensejos altos da Semana Santa de Braga sendo reconhecido como um momento de partilha Cultural inter-religioso. A Via Sacra traduziu-se num projecto inter geracional, desenvolvido por voluntários e com uma equipa que se deu para lá dos limites das suas forças.

Com um percurso ascendente e reconhecido pela sociedade Bracarense a Via Sacra de Maximinos tem-se destacado de ano para ano pela sua reinvenção e inovação, sem nunca esquecer o propósito fundamental: vivenciar em oração a paixão de cristo. Aliás Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos.

Estamos cientes da nossa missão: fazer chegar até à comunidade um verdadeiro momento de reflexão e celebração da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, através de encenações, cânticos, orações e cenários escolhidos ao pormenor.

O crescimento deste evento evidenciou-se nas últimas três edições, com mais parcerias, maior orçamento, mas sobretudo maior envolvimento de instituições públicas, privadas e associações. Naturalmente destacaríamos a presença da marca do Turismo do Porto e Norte de Portugal e os novos protocolos estratégicos com os comboios de Portugal, infraestruturas de Portugal, Associação comercial de Braga e o reforço de cooperação com o Município de Braga e a União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

Naturalmente que o crescimento e o maior volume deste evento trouxe consigo um acréscimo orçamental ditando a dependência para a sua realização de financiamento público quer por parte da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, bem como da Câmara Municipal de Braga.

 

Por razões alheias à comissão organizadora da Via Sacra, o impasse político na composição dos órgãos de governação da Freguesia e por conseguinte sem possibilidade de transferência de verbas orçamentais para a edição deste ano da Via Sacra, deixa-nos sem outra alternativa que não seja o cancelamento do evento. Após um período de reflexão e análise por parte da comissão organizadora, bem como das associações envolvidas (Grupo de Jovens Alvorada, Artystika e Corpo Nacional de Escutas) concluímos que seria inviável a realização da Via Sacra de Maximinos ao vivo sem o financiamento da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

Esta foi uma decisão difícil e lamentamos profundamente o sucedido, mas a sustentabilidade do evento seria colocada em causa e não conseguiríamos cumprir com os nossos fornecedores. Estamos certos que voltaremos em 2019 ainda mais dinâmicos e prontos a surpreender a nossa comunidade.

Neste momento não podemos deixar de agradecer a todos os figurantes, staff, parceiros e fornecedores pela compreensão do momento difícil que atravessamos, querendo desde já deixar uma palavra de motivação para que possamos contar com todos no próximo ano.

Asseguramos ainda que estamos a trabalhar em conjunto com a paróquia de S. Pedro de Maximinos de forma a garantir que teremos um espaço de reflexão e da vivência da paixão de Jesus bem como manteremos a nossa exposição fotográfica no espaço comercial Nova Arcada.

Pela comissão organizadora

 

Francisco Mota

Coordenador geral